quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Shutter Island - by Scorcese


Estreou hoje o último filme do Martin Scorcese. E eu já fui ver.

Vindo de quem vem, estava com bastantes expectativas para este filme. Não fiquei desiludido, gostei bastante. Estava à espera que fosse desta que ele fizesse um filme melhor que alguns dos seus mais recentes que me tinham desapontado (uma excepção para The Departed, 2006). Estava à espera que fizesse algo mais perto do nível do Scorcese do Taxi Driver, do Raging Bull ou do Goodfellas. Não chega bem lá, ao nível destes gigantes, principalmente o inesquecível Taxi Driver com o seu icónico "You Talkin' to me?", e que é um dos meus favoritos de todos os tempos. Mas ele fez um filme mesmo muito bom, com o Leonardo DiCaprio a tentar ser para Scorcese o que o De Niro já tinha sido muitos anos antes. Desta vez o filme é um thriller/terror psicológico, com várias partes a lembrar o suspense de Hitchcock, mas também com claras influências expressionistas, e das atmosferas fantasmagóricas, enubladas, very smoky do film noir, que me fez lembrar Fritz Lang, bem como do terror dos Giallo Italianos.

Gostei, e por isso, este filme é altamente recomendado da minha parte. Não hesitem, vejam!

Invictus


Mais um filme do Clint Eastwood. Na generalidade achei que é um filme bom, mas claramente inferior a alguns anteriores como o excelente Gran Torino, por exemplo. O principal destaque vai, a meu ver, para excelente performances dos actores, quer do Matt Damon, mas, principalmente, do Morgan Freeman, que conseguiu encarnar de modo soberbo a grande personalidade que é o Nelson Mandela. Filme muito agradável, que não sendo obra-prima, proporciona momentos bastante bons.