quarta-feira, 27 de outubro de 2010

deus vs Deus

Mais ou menos um mês atrás, quando arrotei o post em que me referi ao (des)acordo pornográfico, perdão, ortográfico, se bem que o primeiro adjectivo também encaixava bem devido ao carácter perverso do dito documento, escrevi intencionalmente deus conforme o fiz agora, ou seja, com letra minúscula, e estou certo que tal não ofenderá nenhum crente, e, principalmente, creio que do mesmo modo não ofenderá aquele que seria o principal queixoso, digo seria pois parece-me que uma condição primeira para algo ou alguém se apresentar como queixoso é, antes de mais, existir, o que neste caso não está nem estará nunca provado. Bem, confesso que fiquei um pouco estupefacto quando o corrector ortográfico automático me apontou um erro na dita palavra, e mais ainda quando "corrigi" para letra maiúscula para ver o efeito e o dito erro desapareceu. Que é isto, pá, pensei, esta treta está a gozar comigo pá. O poder desse tal senhor é tanto que até consegue gerar erros em computadores, vejam bem!

Sem comentários: