domingo, 21 de dezembro de 2014

Rivalidades

Este post serve para esclarecer a minha posição sobre a dita rivalidade entre o Boavista Futebol Clube e o Vitória Sport Clube, de Guimarães. Ora bem, não há rivalidade nenhuma. O Boavista é o 4º maior clube de Portugal. O Vitória de Guimarães candidata-se ao lugar todos os anos, e todos os anos é rejeitado, por falta de currículo. Eles gostam muito da dialéctica de serem o 4º grande (pelo número de sócios!). Ora bem, isto dá que pensar. Até parece que o objectivo da existência de um clube de futebol é ter mais apoiantes e sócios que os outros. Este discurso é emprestado, salvo as devidas diferenças de estatura, de um clube da capital, e que equipa de vermelho, que argumenta o mesmo face ao Futebol Clube do Porto. O objectivo do futebol é meter as bolas na baliza do adversário, e meter mais uma do que o adversário dá a vitória. As vitórias por sua vez dão títulos. Tenho pena. Todos os títulos que o Vitória de Guimarães tem o Boavista também tem, e tem mais. E tem um, que o Vitória de Guimarães não tem, já sabemos qual é. Somos um clube de bairro, da maior avenida da minha cidade invicta, a melhor cidade do mundo e que eu tanto adoro! Somos sim senhor! Somos poucos! Somos sim senhor! Mas temos Taças na vitrina. Durante a nossa história fugimos ao domínio dos grandes como nenhum outro clube em Portugal o fez, e como o Vitória nunca conseguiu, apesar de ter uma cidade inteira atrás. Isto é que enfurece esses clubes. Reconheço que deve ser um bocado chato para um clube que tem uma cidade atrás ver que não consegue rivalizar com os troféus de um clube que representa apenas uma zona de uma cidade. O único clube com o qual admito alguma rivalidade é o C.F. Os Belenenses, um clube que muito respeito. A sua história e palmarés é que constroem esta rivalidade. Mesmo assim, o Boavista tem mais títulos oficiais de futebol que o Belenenses. O Vitória de Guimarães demorou 70 e tal anos a ganhar uma Taça de Portugal.  Portanto, creio que até ao fim da minha vida, o Boavista continuará a ser o 4º grande de Portugal. Entretanto, podem continuar com a dialéctica dos adeptos, não faz mal, até me dá gozo, e enquanto a usarem é sinal que o Boavista continua a ser o 4º clube com mais títulos em Portugal, e por conseguinte o 4º grande.

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Viagens

Já que se estão a cumprir 20 anos sobre o lançamento de 'Viagens' do Pedro Abrunhosa, aproveito para deixar algumas palavras sobre este álbum. Acho que desde que comecei a ligar a estas coisas que me lembro de ver o álbum por aqui, a capa é bastante espampanante e chamativa e reflecte muito bem o que está lá dentro, música colorida, de um grupo muito colorido também, os Bandemónio, e que, creio, transportam algo da cidade do Porto lá para dentro da música. Acho que a primeira vez que ouvi devia ter à volta de 12 ou 13 anos. Desde aí tem sido um álbum ao qual volto muitas vezes. Um ponto inesquecível na música portuguesa, lançado 14 anos depois da explosão de 1980. Um Funk e um groove inesquecível, e uma estrela, o Maceo Parker, numa das maiores colaborações de sempre de astros estrangeiros com portugueses. Gosto muito deste estilo do Pedro Abrunhosa, mas não sou saudosista ao ponto de rejeitar o que ele fez desde então. Mas este, de facto marcou uma época. Um álbum histórico.