terça-feira, 10 de maio de 2016

Acordo Ortográfico

O presidente da República lembrou-se de falar sobre o Acordo Ortográfico, e sobre uma eventual reversão da situação. não compreendo muito bem porque o fez. Não creio que um presidente da República o deva fazer. Mas sendo este um presidente da República que é um verdadeiro emplastro, aparecendo todos os dias na TV, se calhar não surpreende. Eu NÃO CONCORDO com o Acordo Ortográfico. Mas agora, fiquei com muitas dúvidas acerca de uma eventual regressão neste situação. Já há crianças a aprender a escrever desta maneira. E sou contra os protestos histéricos que advogam um quase apocalipse associado a este acordo. Eu prefiro um protesto mais eficaz e o melhor que pode haver e que vou praticando a toda a hora. É muito simples: não escrevo com o acordo! E pronto.

2 comentários:

ICE disse...

A questão das crianças é uma falsa questão, as mudanças são perfeitamente reversíveis e os alunos aprendem facilmente e adaptam-se à mudança. Já para não falar dos milhões que foram obrigados a mudar que são bem mais relevantes.

Phil disse...

Preocupa-me que possa haver uma geração que tenha uma ortografia diferente da geração anterior e da geração imediatamente a seguir. Espero que isso não aconteça. Quanto às obrigações a mudar de ortografia, volto a referir que subscrevo a desobediência de quem é contra.