terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Su Majestad el Rey de España e o 1º de Dezembro.

Achei de muito mau gosto, a atitude do bloco de esquerda ao ficar sentado perante o chefe de estado de Espanha. Compreendo a posição do Partido Comunista Português, ao levantar-se. Não segui o discurso, portanto não sei se a atitude do PCP deveria ter sido algo mais, e aplaudir. Isso depende da substância do discurso do Rei. Quanto ao bloco, acho lamentável. Esta é mais uma das coisas que cada vez mais me coloca longe do bloco, do qual nunca estive propriamente perto, mas no qual já votei, creio que numas eleições europeias.

Quanto ao 1º de Dezembro. É uma data importante. No que se refere à Portugalidade, para mim, o feriado mais importante é o 10 de Junho. Por aquilo que é, e por ter a imensa felicidade de ser a data de falecimento de Camões. Acho imensamente singular e feliz o facto de o dia de Portugal ser também o dia de Camões. Camões continua para mim a ser um pouco de Portugal. Quanto ao 1º de Dezembro, talvez fosse ainda mais feliz celebrar o 5 de Outubro de 1143. Mas, por azar, a história tem destas coisas, também calhou, setecentos e tal anos depois, outra coisa no dia 5 de Outubro.

Sem comentários: